5 tendências para 2021 na indústria farmacêutica

Tempo de leitura: 5 minutos

ᐈ Pills box stock vectors, Royalty Free pill box illustrations | download  on Depositphotos®

Embora quase 100% da nossa atenção esteja voltada para o desenvolvimento das vacinas contra a Covid-19, a Indústria Farmacêutica prevê outras tendências para 2021. A consultoria americana Silverline fez uma pesquisa com 10 CEOs de grandes laboratórios e aponta algumas questões. A primeira delas, intensificada durante o ano de 2020 é a importância de soluções baseadas em integração de dados que terminam por influenciar outras tendências. Confira:

1. Integração de dados

Felizmente, as empresas farmacêuticas têm acesso a montanhas de dados. Cobertura de seguro, autorização prévia de HCP, dados de script IMS, status de abastecimento e entrega nas farmácias… o desafio é poder acessar este tipo de dados facilmente e em um só lugar.

A fim de promover a prestação eficaz de cuidados de saúde para indivíduos, os sistemas de informação de saúde devem trabalhar juntos dentro e além das fronteiras organizacionais. Internamente, isso significa atualizar os sistemas legados e combinar várias fontes de dados, como ERP e sistemas de marketing e vendas, para ser eficaz.

Um exemplo disso é a escuta de redes sociais. Isso vai além de fornecer respostas prontas em canais sociais. Trata-se de realmente ouvir o que seus clientes estão dizendo e combinar esses insights com o que sua pesquisa de mercado já lhe disse.

2. Medição eficaz

Depois de ter todos os dados em um só lugar, você precisa entender para que usá-los. Fala-se muito na indústria farmacêutica sobre como criar a experiência desejada pelo cliente e mapear isso com as interações que compõem a jornada do cliente, como conversas entre médico e paciente. Mas ser capaz de demonstrar ROI sinérgico dos esforços do canal de marketing e medidas de eficácia do envolvimento do paciente para justificar os gastos pode ser desafiador.

Se você vai investir, precisa provar o valor. O que a integração de dados e a medição eficaz parecem em ação é um painel consolidado que descreve os esforços de marketing para que você possa ver seu ROI em tempo real. Coisas como:

  • Gasto de mídia
  • Aumento da prescrição
  • Conversão via web ou e-mail
  • Rastreamento de marca
  • Insights de pesquisa de mercado
  • Resultados médicos

Dessa forma, todos podem estar na mesma página, acessando os mesmos dados, em cada ponto da jornada do cliente para entender como as coisas estão se saindo em todos os canais. Além disso, fornece dados importantes para fazer backup de suas escolhas estratégicas. 

5 Ways to Improve Medication Adherence in Chronic Care Patients

3. Consumerização do paciente

Hoje, os profissionais de marketing farmacêutico estão sob muita pressão para entregar o que os clientes desejam, no momento em que desejam. O foco cada vez mais centrado no cliente para a indústria farmacêutica significa que as organizações não podem continuar a fazer as coisas da maneira que sempre foram feitas. Todos os pontos de contato são importantes, especialmente com os pacientes tendo mais poder sobre os medicamentos que escolhem tomar.

Criar uma experiência de paciente significa compreender seus dados (veja as tendências 1 e 2) e colocá-los em ação. Em vez de sua experiência de cliente desejada, você precisa atender seus clientes onde eles estão.

Mapeie exatamente como é para um paciente ir dos sintomas aos exames, à prescrição e além. Use tecnologia para fornecer pontos de contato empáticos quando os pacientes querem ouvir de você, fabricante da medicação.

4. Encontrar o papel da indústria farmacêutica na experiência de saúde

As empresas de biotecnologia já não são as únicas que buscam aproveitar as redes de apoio à experiência do paciente. Os laboratórios estão competindo com:

  • Médicos e hospitais, que querem ter certeza de que os pacientes estão se curando
  • Especialistas e técnicos, que podem estar dentro ou fora da rede
  • Seguradoras
  • Farmácias especializadas que coordenam prescrições, recargas e remessas

O trabalho da indústria é garantir que os pacientes recebam seus produtos com a melhor cobertura de seguro e preço possíveis. O que as empresas necessitam é garantir que todas as perguntas sejam respondidas para que os pacientes continuem aderentes – e melhorem.

Um exemplo simples é controlar os efeitos colaterais. Os profissionais de marketing podem usar pesquisas sobre quais dias de tratamento criam quais efeitos colaterais ou desafios e se comunicar de forma proativa, seja por meio de parceiros como farmácias especializadas ou diretamente com os pacientes. Se você sabe que no quinto dia seus pacientes podem apresentar sintomas gastrointestinais, certifique-se de mapear o momento de prescrição e compra e crie alguma forma de contato com o médico e o paciente para fazer o check-in e mostrar-se verdadeiramente comprometido com a saúde de todos.

Storage and Disposal of Prescription Medicine | ACCESS Community Health

5. Otimizar o desempenho por meio de treinamento interno e externo

Com qualquer dispositivo ou tratamento complexo, o treinamento é a chave para o sucesso. Vários stakeholders externos e clientes, junto com a área de vendas, precisam ser treinados e ter acesso às informações de forma rápida, fácil e eficaz.

Os níveis de educação variam muito, portanto as organizações devem fornecer ferramentas robustas de treinamento não apenas para os pacientes, mas para os vários profissionais médicos que irão interagir com eles. Isso pode ser feito através de visitas, ligações, materiais educacionais ou ligações de vídeo para injeções, fisioterapia ou tratamentos mais complexos. Como isso pode ser feito de maneira mais inteligente e eficiente?

As partes interessadas externas (por exemplo, organizações de compra dos grupos de saúde, médicos, técnicos de laboratório, enfermeiros, pacientes) e funções internas (por exemplo, operadores de call center, vendedores) precisam de acesso rápido e intuitivo às informações. 

Fonte: Captativa

Comentários
Comentários