Treinamento e Desenvolvimento para Empresas em 2021

Tempo de leitura: 5 minutos

Resultado de imagem para training and development

Olhar para os colaboradores, incentivar e dar subsídios para sua jornada de conhecimento é preciso e, sem dúvida, essas ações geram diversos benefícios para o negócio.

Para te ajudar a olhar para esse importante campo de atuação de sua organização, reunimos algumas das tendências para 2021 no ramo de treinamento corporativo. Confira e entenda o que pode fazer sentido para seu negócio!

E-learning

Não há dúvidas que o ensino remoto foi o grande foco de 2020. Com as necessidades de home office graças à pandemia, foi preciso que as empresas se adaptassem para seguir atualizando e treinando seus colaboradores.

Se esse ano isso foi feito um tanto quanto às pressas, é hora de refletir para que o seu e-learning torne um grande ativo do treinamento corporativo.

Essa metodologia é uma técnica de educação a distância que reforça e inclui o uso de diversos recursos audiovisuais e interativos para aprimorar a gestão do conhecimento.

O distanciamento e home office certamente serão uma modalidade importante no próximo ano e é preciso disponibilizar formas de ensino para seu colaborador, onde quer que ele esteja.

Para que essa metodologia seja colocada em prática é preciso contar com plataformas de aprendizagem, o LMS. Através desses sistemas é que as empresas poderão divulgar seu treinamento corporativo, contar com diversas metodologias e olhar para o colaborador e seu desempenho de forma próxima e ativa.

Blended learning

Não apenas o ensino 100% remoto, o blended learning também cresce cada vez mais e se coloca como uma forma de ensino importante para o próximo ano.

Para as empresas que não seguirão o modelo 100% home office e prezam por alguns tipos de interação, esse é um formato importante. Com o blended learning, é possível que existam encontros programados dentro do treinamento corporativo.

Esses encontros podem ser para realização de dinâmicas, discussões em grupos, realização de apresentações, avaliações, entre outros. O grande foco aqui é que exista o mínimo de interação presencial para que as trocas sejam ainda mais fomentadas entre os participantes.

Protagonismo do aprendizado e personalização

Diante dos acontecimentos que levaram a expansão do ensino a distância e implementação de metodologias ativas, o protagonismo do colaborador em sua jornada de ensino é um grande ponto a ser revisitado em 2021.

É evidente que diversas metodologias têm o objetivo de que o aluno seja o grande centro do seu desenvolvimento e isso segue mais tendência do que nunca.

Além disso, cada vez mais se olhará para personalização. Ou seja, não basta oferecer treinamentos que não estejam de fato inseridos no contexto do trabalhador, em sua rotina e que fujam de seu perfil.

É preciso que as estratégias sejam pensadas e o mais personalizadas possíveis para que os resultados sejam verdadeiramente alcançados.

Gamificação

Se trata da utilização de jogos e elementos lúdicos e recreativos para aprimorar o aprendizado e aproximar teoria da prática. Se essa metodologia já tem vindo forte nos últimos tempos, a expectativa é que ela ganhe ainda mais terreno em 2021.

Com o poder da gamificação é possível propor desafios, competições, rankings, pontuações, trilhas e diversos elementos que motivam individualmente e em grupos.

Mais do que isso, as pessoas cada vez mais estão inseridas no mundo dos jogos, mesmo que sejam simples e em celulares e utilizam esse momento como uma diversão. Sendo assim, colocá-los como forma de aprendizagem faz também muito sentido e criam altos níveis de engajamento e resultados.

Aprendizagem com utilização do celular

O celular está cada vez mais presente na vida dos colaboradores e ele é quase como a “extensão do braço” das pessoas. Pensando nesse elemento tecnológico é preciso criar elementos e estratégias para que o aprendizado passe também por essa ferramenta.

Não basta criar apenas conteúdos que sirvam para computador. É essencial refletir que seu colaborador pode acessar em diversos momentos e locais e, por isso, é preciso que os conteúdos e estratégias sejam amigáveis para esse meio.

Microlearning

Assim como o celular, a falta de tempo e sentimento de urgência é crescente nas pessoas. Por isso, o microlearning é também uma tendência para treinamento corporativo.

Essa metodologia é uma forma de atualizar colaboradores e, até mesmo, ser uma espécie de suporte para as atividades do dia a dia. Essa forma de ensino se dá através de conteúdos de curta duração, como “pílulas do conhecimento”.

Realidade Virtual

A tecnologia é sempre muito importante para o treinamento corporativo e para todas as áreas das empresas. É preciso estar atento às suas atualizações e tendências para implementar nos setores.

A realidade virtual é uma dessas tendências que cada vez mais é olhada para educação corporativa. Com essa tecnologia é possível simular diversas situações e levar o colaborador ainda mais para dentro de seu ensino.

Técnicas como essa aumentam engajamento e motivação, além de serem muito importantes para a união de teorias e práticas no negócio.

Acompanhar as tendências para treinamento corporativo é um grande passo para se diferenciar da concorrência, sair na frente no mercado e oferecer excelentes experiências para seu público interno e externo.

Ao entender melhor sobre o que se espera do mercado e dos treinamentos é possível olhar para seu cenário, refletir sobre objetivos e necessidades e entender o que deve ser aposta em seu negócio.

Lembre-se que treinamento corporativo é uma estratégia que deve ser olhada de forma contínua, afinal, as atualizações são sempre necessárias para que os melhores resultados sejam alcançados. Como sua empresa está estruturando treinamento corporativo para 2021?

Fonte: Engage

Comentários
Comentários